10 dias no Peru: os preparativos

???????????????????????????????

Pessoal, como prometido, depois da série sobre Barcelona do Bruno Bosi, nosso autor convidado (valeu, Bruno!), vou resgatar as dicas e histórias de algumas viagens que fiz neste ano que ficou sem posts. A primeira delas é a viagem para o Peru, que fiz em agosto de 2013. A época é excelente para visitar o país, porque o tempo é seco e já não estava TÃO frio.

Peru

Aproveitei as duas semanas de férias e viajei com a Julia, uma amiga do trabalho. O mapa ao lado mostra o circuito que deu pra fazer em 10 dias: Foram 6 noites em Cusco, 2 noites no ônibus noturno da ida e volta de Arequipa e uma noite em Aguas Calientes, o vilarejo que é a base para a visita a Machu Picchu. Excluí a Visita ao Vale Sagrado da programação porque eu não tinha tempo e meus amigos que fizeram o tour disseram que não valia a pena. Foi um mochilão muito bacana, que não saiu muito caro. Meus gastos totais somaram cerca de R$ 1.500.

Quando eu estava planejando as férias, acabei dando sorte e encontrando uma promoção fenomenal para viajar pela TACA. A passagem de ida e volta (Guarulhos-Lima-Cusco) custou cerca de R$ 650, já com as taxas.

Quase toda viagem para o Peru deve começar por um mesmo ponto em comum: a complexa compra do ingresso para as famosas ruínas de Machu Picchu, que têm limite de visitantes por dia. Portanto, vamos começar pelas orientações para esse primeiro passo.

Como comprar o ingresso para Machu Picchu?

Como a preservação do complexo é extremamente importante para o Peru, a quantidade de visitantes que podem entrar no parque é limitada diariamente a cerca de 3 mil pessoas. Por isso, é fundamental comprar os tickets de entrada com antecedência.

A confusão vai começar aqui, OK? Antes mesmo de ver se há ingressos disponíveis para a data desejada, sugiro abrir duas abas: uma para o site de compra dos ingressos do parque e outra para comprar o ingresso do trem de Ollantaytambo a Aguas Calientes (há duas companhias: a IncaRail e a PeruRail). Afinal, se não houver assento no trem na véspera da sua subida a Machu Picchu, o único jeito de chegar lá é a pé, pela Trilha Inca (eu não tinha tempo nem estava preparado fisicamente para essa trilha, mas nos hostels de Cusco é possível se informar da disponibilidade de ingressos, também limitada).

Com as abas abertas, vá verificando as disponibilidades para a sua modalidade de ingresso no calendário do site do governo peruano. Há três modalidades de ingresso:

  1. Machu Picchu: permite apenas a visitação às ruínas
  2. Machu Picchu + Huayna Picchu: permite visitação às ruínas + a subida à montanha Huayna Picchu, a mais simbólica e que sempre estampa o fundo das fotos dos visitantes (ingresso disponível em dois grupos de horários para a subida da montanha)
  3. Machu Picchu + Montaña: permite visitação às ruínas + a subida à Montaña Machu Picchu, a mais alta, menos famosa e com trilha mais longa. Esse foi o ingresso que escolhemos.

À esquerda, a famosa Huayna Picchu. À direita, a montanha que subimos

Com a data escolhida disponível tanto no site de Machu Picchu quanto no site da companhia ferroviária, é hora de superar outro obstáculo: a confirmação da compra com cartão de crédito.  Como você deve imaginar, é preciso ter um cartão de crédito internacional para efetivar o pagamento do ingresso. Mas como no Peru é altíssima a quantidade de fraudes bancárias, o site só aceita cartões Visa que tenham o selo Verified by Visa.

Por algum motivo, o meu cartão passou (e ele nem tinha o tal selo!). Se o seu não passar, você tem algumas opções:

a) Entrar em contato com seu banco e verificar o que pode ser feito (mesmo sem o selo estampado no cartão, seu gerente pode habilitar a função)
b) Entrar em contato com a equipe de atendimento ao visitante de Machu Picchu pelo e-mail callcenter@drc-cusco.gob.pe
c) Pagar o ingresso com um cartão Visa Travel Money (dizem que dá certo!)
d) Comprar o ingresso com uma agência de viagens nacional ou peruana
e) Assumir o risco e deixar para comprar o ingresso em um hostel ou agência física no Peru

Como você pode ver, cartão de crédito é um problema em viagens para o Peru. Por isso, leve bastante dinheiro vivo (de preferência dólares) e vá trocando o necessário em uma casa de câmbio confiável por lá. O Peru é um país em desenvolvimento, então é preciso lembrar o óbvio: cuide bem dos seus pertences e evite andar com muita grana em zonas perigosas ou desconhecidas, assim como você faria no Brasil.

Quanto custou viajar para o Peru?

Para ajudar os leitores, listei os principais gastos do mochilão que eu fiz pelo Peru (as cotações e os preços podem ter mudado – pesquise tudo antes de embarcar!)

Voo SP-Lima-Cusco: TACA – Aproximadamente R$ 650 ida e volta
Hostel Cusco: Millhouse Hostel – R$ 50 a diária
Hostel Aguas Calientes (base para Machu Picchu): Supertramp – 32SL a diária
Van Cusco-Ollantaytambo + Trem Ollantaytambo-Aguas Calientes: Aproximadamente US$60 (cada trecho)
Ônibus Cusco-Arequipa: 49SL (cada trecho)
Ingresso Machu Picchu + Montaña: Aprox. R$ 120

Agora você já sabe como preparar seu mochilão para o Peru. A chegada a Cusco, nossa experiência com o Mal da Altitude – o famoso soroche – e a magia das cidades incas você confere nos próximos posts!

Anúncios
Esse post foi publicado em Peru e marcado , , . Guardar link permanente.

2 respostas para 10 dias no Peru: os preparativos

  1. Viviane Polesel disse:

    Felipe, estou ansiosa pra ler os próximos posts sobre o Peru!! Estou planejando ir em dezembro pra lá. Sei que a época não é muito boa por causa das chuvas, mas serão minhas últimas férias por 2 anos hehehe. Acompanhei suas outras viagens quando fiz meu mochilão pela Europa e agora aguardarei mais dicas sobre o Peru!! Uhuu!! Quero saber tudo!! Abraços!!

  2. Rubens disse:

    Não achava que ficava tão barato viajar para lá. Clato que vc teve a sorte das passagens baratas, mas achei super viável.
    Muito boas as dicas dos ingressos não sabia.

Comentários, sugestões, dúvidas? Respondo a todos!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s