Um mochileiro no sul da Inglaterra

Depois de alguns dias em Londres minha próxima parada seria o sul da Inglaterra, para onde segui com o objetivo de concluir um curso de Marketing. E foi em Bournemouth, uma cidade costeira localizada na região de Dorset, que voltei à época de estudante na companhia de muita gente boa.

Bournemouth, um dos destinos turísticos mais procurados pelos ingleses nos meses de verão, tem cerca de 150 mil habitantes e atrai estudantes do mundo todo, graças às dezenas de cursos de inglês e de treinamento profissional. Como várias pessoas já me pediram informações sobre meu curso de Marketing, aqui vai a dica: Fiz minha matrícula na MLS College, que fica bem no centro da cidade e tem ótimos professores. Para quem acha mais fácil resolver tudo no Brasil, a agência representante da MLS no nosso país é a CI. Há muitas opções de orçamento: O valor vai depender da instituição escolhida, da carga horária, do tipo de hospedagem… o que posso garantir é que a experiência vale a pena! Além do contato aprofundado com uma cultura completamente diferente, essa é uma excelente maneira de aperfeiçoar o inglês e adquirir novos conhecimentos.

Uma curiosidade sobre Bournemouth (e muitas outras cidades inglesas) é a pronúncia do nome do município. Para mim, era lógico que a palavra fosse pronunciada Bóurn (como no filme “Identidade Bourne”) + Máuf (como em “mouth”, ou boca). Pois desista. Os ingleses não vão descobrir que lugar é esse se você disse que está indo para Bóurn-Máuf . Eles engolem tudo e dizem apenas algo como Bônmouf. Duvida? Veja neste site super legal a diferença de pronúncia da palavra entre britânicos e americanos. O mesmo acontece com Leicester (que vira Léster) e Salisbury (que na boca dos britânicos é algo como Séusbri).

Dia de despedida de Bônmouf na última aula com a professora Gemma

"Na janela lateral do quarto de dormir...": esta era minha vista na residência estudantil

Se você está pensando em ir para Bournemouth, considere seriamente agendar sua temporada para o verão. O inverno na cidade é rigoroso e escurece muito cedo. É comum ver lojas fechando suas portas às 17h30 e a praia não é uma opção de lazer (a menos que você seja um surfista muito viciado, porque entrar no mar com temperaturas negativas definitivamente não me parece uma aventura divertida).

Mesmo com as baixíssimas temperaturas de janeiro, alguns surfistas se arriscam nas ondas de Bournemouth

O belo pôr-do-sol no balneário inglês

Boas lembranças: esta igreja é uma das referências da cidade e fica bem em frente à MLS College

O moderno píer de Boscombe é um dos cartões-postais

Bournemouth tem até um balão entre suas atrações turísticas, mas nada muito excitante: ele sobe em linha reta e permanece preso ao solo por uma corda

Comunidade brasileira

Antes de chegar a Bournemouth tinha colocado na minha cabeça que evitaria amizade com brasileiros e privilegiaria o contato com gente de outros países. Parece insensível, mas a razão era prática: minha viagem já estava na reta final e eu queria praticar meu inglês ao máximo!

O problema é que a maioria dos estudantes que chegaram nos primeiros dias de janeiro vinha do Brasil… e a galera era muito legal! Obviamente, minha tentativa de afastamento durou menos de um dia e acabamos formando uma significativa comunidade brasileira em Bournemouth. E assim, pelas ruas, pubs e casas noturnas daquela cidade no sul da Inglaterra, o mês voou e logo chegou mais uma vez a hora de dizer adeus.

Já dá pra sentir saudade: brasileirada reunida em uma das noites frias de Bournemouth

Este é o V Club, uma antiga igreja que foi transformada em casa noturna

Lá dentro, o setlist do DJ sempre inclui hits como "Ai se eu te pego" e "Glam(o)urosa"

Um monte de pedras

O Stonehenge, círculo de pedras famoso pelas histórias misteriosas que envolvem sua criação, fica pertinho de Bournemouth. É muito fácil chegar à planície de Salisbury, onde as grandes colunas foram erguidas há cerca de dois mil anos. O que não animava muito era a reação de praticamente todos os ingleses com quem comentávamos o interesse na visita ao monumento: “But Stonehenge is just a bunch of stones”, costumam dizer os britânicos nada empolgados.

Ao chegar ao local e pagar a salgada taxa de entrada, minha reação foi mais ou menos essa mesmo. Depois de conhecer patrimônios da humanidade do porte de Angkor Wat e Petra, a decepção foi praticamente inevitável. Uma corda circunda as pedras e só é possível ver de perto as colunas (que não são tão grandes quanto se pode imaginar) em um único ponto da passarela em volta do círculo. Nos outros locais, onde a visão do monumento é mais parecida com a silhueta que se tornou famosa, o isolamento é muito distante. Para quem tem interesse na história e no misticismo das pedras, a dica é programar a visita para o solstício do verão e do inverno ou para o equinócio da primavera e do outono, quando a administração autoriza o acesso ao interior do sítio.

Uma curiosidade: No meio das minhas pesquisas malucas, acabei descobrindo que o Brasil também tem uma espécie de Stonehenge. Localizado na localidade de Rego Grande (hehe), no interior do Amapá, nosso círculo de pedras  provavelmente era utilizado pelos indígenas que habitavam o local como ferramenta meteorológica.

A taxa de 17 pounds inclui o transporte, a entrada e o audioguide, um radinho que você vai ouvindo enquanto percorre o sítio arqueológico

A corda de isolamento fica muito longe das pedras e o vento na planície é gelado!

“Been there, done that”… e minha volta ao mundo tá acabando, pessoal! Meu voo de volta está marcado para o dia 8 de fevereiro e espero encontrar um novo mundo de escolhas e oportunidades daqui a alguns dias. Acompanhe os últimos momentos dessa aventura aqui no blog e não esqueça de deixar um comentário!

Anúncios
Esse post foi publicado em Europa, Inglaterra e marcado , , , , , . Guardar link permanente.

103 respostas para Um mochileiro no sul da Inglaterra

  1. Gabriela disse:

    Bom dia! Adorei seu blog, estou pensando em ir mas queria saber como é a questão de trabalho, como tenho cidadania posso trabalhar legalmente. Você ainda tem contato com alguém de lá que eu possa estar conversando?

    • Fellipe Faria disse:

      Oi Gabriela! Um amigo tem cidadania italiana e trabalhava normalmente como barista na cafeteria de um prédio corporativo. Ele me disse que Londres aceita normalmente trabalhadores da União Europeia (obviamente, a seleção vai demandar bom nível de inglês e outras habilidades específicas). Boa sorte! Abraço

  2. Marlize disse:

    Oi Fellipe!
    Adorei seu Blog, de todas as coisas que li o seu foi mais direto e esclarecedor!
    Pretendo ir para B’mouth em dezembro de 2015 , durante este próximo ano estarei fazendo aulas de inglês e depois vou ficar por 3 meses para aperfeiçoamento da língua, pois quero fazer o mestrado em Antropologia na Inglaterra. Você acha que fazendo 1 ano de inglês aqui no Brasil já vou ter uma base legal quando for?
    Parabéns pelo seu Blog é ótimo!
    Grata

    Marlize

    • Fellipe Faria disse:

      Oi Marlize! Se você já tiver o inglês básico e se puxar neste ano, tenho certeza que você chega à Inglaterra com uma boa base de inglês sim. Aproveite para ouvir muita música em inglês, filmes só com legendas e tentar interagir com pessoas que falam inglês neste período. Tenho certeza que você vai ter uma experiência inesquecível por lá!
      Um abraço.

  3. Olá Fellipe,

    Quanto se gasta em média para almoçar em B’mouth?

    Em média quanto você gastou com alimentação e transporte por dia?

    Abraços,

    Alexandre Buch

    • Fellipe Faria disse:

      Alexandre, que pergunta difícil!
      Se você optar por uma McOferta, vai pagar uns 3 ou 4 pounds. Se escolher o filé com fritas do Mary Shelley’s vai pagar uns 8 ou 9 pounds. Ou você pode fazer comida em casa com coisas que comprou no mercado Tesco. Com transporte eu não gastei porque ia a pé pra escola.
      Abraço!

    • Oi Alexandre,

      Eu estou morando em B’mouth e se você não ganha em pounds, aqui é bem carinho quando converte pra nossa moeda.

      Dá pra comer legal em restaurantes bons por volta de 6 pounds, já com bebida incluída. Os melhores restaurantes têm o preço mais alto, mas aí você vai só as vezes. E é sempre bom ver a diferença de preço semana vs final de semana, por exemplo, tem uma churrascaria brasileira que durante a semana o rodízio é por volta de 12 pounds e final de semana é por volta de 19 pounds, sem bebida.

      O transporte aqui varia com o seu trajeto, mas sempre vale mais a pena comprar o return ticket, sai mais barato. Eu morei longe no primeiro mês e gastaria de ônibus 3,70 pounds por dia. A melhor opção se você vai andar de ônibus sempre é comprar o cartão mensal ou semanal. Tem duas companhias de ônibus, a YellowBus e a Metro. A Yellow cobra 53 pounds pelo cartão mensal e a Metro cobra uns 58.

      • Alexandre Buch disse:

        Obrigado, Priscilla!

      • Alexandre Buch disse:

        Olá Priscila,

        Estou em Bournemouth. Quais os restaurantes você indicaria por aqui?

        Abraços,

        Alexandre Buch

  4. Olá Fellipe,

    Você sabe me dizer qual é a maneira mais barata para ir de Bournemouth para Paris?

    Alexandre Buch

  5. Olá Fellipe,

    Parabéns pelo blog… muito bom mesmo! Esta me ajudando muito.

    Tenho 42 anos e estou indo para minha primeira experiência internacional. Vou ficar 3 meses em Bournemouth, a partir de 17 de janeiro de 2015. Vou estudar na ETC e residir em casa de família.

    Li, em um post (o que me preocupou um pouco), que a ETC tem muitos adolescentes, é isto mesmo?

    Meu nível de inglês é básico, e pelo que li em suas respostas anteriores, você encoraja as pessoas nestas condições a irem mesmo assim. Em 3 meses, é impossível não ter um aprimoramento, não? Consegue voltar conversando?

    Você tem indicação de outros sites sobre a cidade e da experiência de Brasileiros por lá?

    Abraços,

    Alexandre Buch
    (https://www.facebook.com/alexandre.buch.7)

  6. Olá Fellipe,

    Parabéns pelo blog… muito bom mesmo! Esta me ajudando muito.

    Tenho 42 anos e estou indo para minha experiência internacional. Vou ficar 3 meses em Bournemouth, a partir de 17 de janeiro de 2015. Vou estudar na ETC e residir em casa de família.

    Li, em um post (o que me preocupou um pouco), que a ETC tem muitos adolescentes, é isto mesmo?

    Meu nível de inglês é básico, e pelo que li em suas respostas anteriores, você encoraja as pessoas nestas condições a irem mesmo assim. Em 3 meses, é impossível não ter um aprimoramento, não? Consegue voltar conversando?

    Você tem indicação de outros sites sobre a cidade e da experiência de Brasileiros por lá?

    Abraços,

    Alexandre Buch
    (https://www.facebook.com/alexandre.buch.7)

  7. Camila Borges disse:

    Oi Felipe!…Estou indo no final de Outubro, tenho um inglês muito básico e irei para estudar 6 meses inglês. Acha que esse tempo vou conseguir uma fluência legal? ….E o inverno de lá é tranquilo de adaptar?….
    Obrigada

  8. Olá,

    Também estou indo para bournemouth mês que vem fazer o curso de marketing. Muita dúvida entre a Anglo e a MLS. O problema da Anglo é que o curso dura somente um mês né? Na MLS tem maior duração. Você lembra quais foram os tópicos discutidos? Eu me formei e trabalho com marketing, não quero um curso bobinho rs

    • Fellipe Faria disse:

      Oi Priscilla!
      Eu fiz o módulo de um mês e tinha disciplinas de organização de eventos, fundamentos de marketing, inglês para administração em geral… achei bem legal!
      Beijos

  9. Pingback: Around the world – Um mochileiro no sul da Inglaterra | Kelts School

  10. Thalita disse:

    Olá Felipe, estou planejando ir a Bournemouth mês que vem, minha tia ofereceu a viagem e o curso de inglês pra mim. O problema é que eu não sei falar inglês, nada. Tenho pesquisado bastante sobre valer a pena ir sem falar a língua. Tenho muito receio de não conseguir me virar lá, aprender e tal… Aconselhe-me por favor! rsrs obrigada!!

    • Fellipe Faria disse:

      Thalita, meu conselho é o seguinte: PEGA E VAI!
      Você se matricula numa turma de inglês básico e passa as semanas em um ambiente que vai te obrigar a se comunicar com a galera. O que eu te sugeriria é fazer aulas particulares nas semanas anteriores à viagem, para chegar lá pelo menos sabendo se apresentar, perguntar as pessoas de onde elas são e do que elas gostam. Com o basicão, tu chega lá pronta pra performar!
      Bjão e aproveite essa oportunidade!!!

      • Thalita disse:

        Obrigada pelo conselho Felipe! Estou mais confiante agora 🙂 beijão :*

  11. Camila disse:

    Awesome!
    Ser menor de idade está sendo um problemão para meus planos intercambistas. Bournemouth é uma das únicas que posso ir e que achei legal.
    Bem, tinha pensado que não era apenas “a bunch of stones”.
    Felipe, como estava o seu inglês antes de iniciar o mochilao? Meu medo é não compreender e me sentir perdida mesmo que vá com líderes brasileiros.
    E o inglês que estudo é americano, você sentiu muita diferença?

    • Fellipe Faria disse:

      Camila, meu inglês era bom e ao longo do mochilão ficou bem bom (me comunico com clareza e sem dificuldade até hoje, e quando estava viajando estava fluindo maravilhosamente). Eu também aprendi o inglês americano, então você vai ter alguma dificuldadezinha (cheers, rubbish, o sotaque…), mas nada que impeça a comunicação. Em duas semanas tu vai estar matando a pau! Se joga nessa experiência 😀

  12. Fernanda disse:

    Oi,Felipe.
    Estou com um intercâmbio marcado para dia 01 de agosto e vou passar 6 meses.Vou morar em casa de família e estudar na Anglo.
    Tenho mt medo de chegar lá e não consegui me adaptar…Os ingleses são bem receptivos?vc sentiu um choque cultural mt grande?

    • Fellipe Faria disse:

      Oi Fernanda!
      Eu também tinha medo da fama dos ingleses (e também dos franceses), mas posso te garantir que tudo vai depender da sua postura. A maioria das pessoas é receptiva a gentileza, educação e um sorriso humilde. O choque cultural vai depender da sua expectativa anterior. Já é bom entender um pouquinho dos costumes, o que pega bem e o que pega mal (uma professora ficou super desconfortável por eu ter levado um muffin e um café pra sala e comer enquanto ela dava aula, por exemplo).
      Ah, e não se contamine por experiências ruins: um taxista desonesto na chegada ao Brasil pode dar a impressão a um turista de que todo brasileiro é malandro. Dê segundas, terceiras e quartas chances aos gringos! =)
      Anyway, sempre vai ter um ombro brasileiro amigo em caso de emergência e banzo da terrinha, hehe.
      Aproveita essa experiência, você não vai se arrepender!
      Bjão

  13. Artur disse:

    Olá Felipe tudo bem?
    Estou estudando em Bournemouth e gostaria de arrumar um emprego part-time para ter uma graninha no final do mês.Porém meu visto não me permite trabalhar. Será que é possível arrumar um emprego mesmo sem a permissão?

    • Fellipe Faria disse:

      Artur, com a crise em que se encontra a Europa, mesmo os jobs ilegais estão complicados… na minha turma, ninguém trabalhava. As pessoas que eu conheci que trabalhavam na Inglaterra estavam legais e com o visto em dia. Sugiro pedir uma sugestão para alguém que esteja trabalhando do jeito que você tem interesse em trabalhar e descobrir qual o esquema. Abraço!

    • raul disse:

      Oi Arthur, tudo bem??
      Meu nome eh Raul, moro em Bounemouth, me mande um e-mail pra falar seu e-mail, meu e-mail eh… lexotan3mg@hotmail.com… posso te dar algumas dicas como arrumar uns trabalhos part time.. abraco.

  14. Letícia Borrasca disse:

    Ola, achei o texto bem bacana. Estou procurando cursos de marketing no exterior e este de Bournemouth me foi indicado pela CI. Gostaria de saber mais sobre ele. Se você gostou, quanto tempo de curso fez e principalmente se valeu o investimento. D

    • Fellipe Faria disse:

      Letícia, gostei muito da escola! Fiz só um mês de curso, mas deu pra aprender bastante, aparar as arestas do inglês de mochileiro e fazer amigos. Eu acho que valeu demais o investimento, mas tentaria ir pra lá no verão pra aproveitar a praia hehe.
      🙂

  15. otoniel disse:

    aí, vou esta la a partir de 04/01/2013,para o intercambio de 1 mes. quem sabe a gente se ve por la. email: otoniel27@gmail.com

  16. Helen Sabrina disse:

    Oi Felipe, o seu blog é muito bacana, estou de viagem marcada para Bournemouth em 4 de janeiro de 2014 e ficarei lá até 02 de fevereiro, já sou professora de inglês, mas confesso que tenho medo de ficar travada. São tantas as dúvida que se for escrever dava para editar um livro. Mas parabéns o seu blog é de grande ajuda.
    Abraços, Helen.

  17. Parabéns pelo blog Felipe!!!

    Só quem faz intercâmbio sabe como é importante encontrar blogs assim como o seu!

    Estou indo para Bournemouth dia 31/12/2013 e ficarei até o dia 08/02/2014, como pude ver nos comentários acima tem muito brasileiro indo pra lá :))

    Eu também sempre tive esse foco de não ter amizade com brasileiros, porém acho meio impossível.. sem falar que se eu puder ajudar alguém independente da nacionalidade eu irei ajudar!

    O pessoal que for pra lá por favor me siga no blog http://nattyfrancischini.wordpress.com/ ou me mande e-mail nattybaron@hotmail.com .

    Abraços a todos!

  18. Rafaela Thayná disse:

    Olá Felipe!
    Tenho 16 anos e meu pai acabou de fechar um pacote com ida para Bournemouth no dia 3 de Janeiro de 2014 e vou ficar por lá até o dia 30. Vou para a escola Anglo-Continental, será que você tem algum conhecimento sobre ela? Uma grande duvida minha, também, é se vou me adaptar a língua pois eu não faço se quer curso de inglês, tenho apenas a base que aprendo na escola (estou no 1o ano), estive conversando com a minha professora de inglês e ela disse que eu consigo me adptar sim, porém, como qualquer outra pessoa com pouco conhecimento, com um pouco de dificuldade. O que você acha? Aguardo sua resposta! E estou adorando o blog, continue relatando sobre suas viajens pois eu também viajo muito e sempre estou dando uma espiadinha por aqui rsrsrs

    Um grande abraço!

    • Fellipe Faria disse:

      Rafa, pode ir que é tranquilo. Não conheço a sua escola, mas onde eu estudei tinha turmas pra gente que não sabia falar uma palavra em inglês e foi tranquilo. Você vai aproveitar muito, tenho certeza. Um abraço!

  19. Camila disse:

    Oi Felipe, tudo bem?

    Vou ficar um mês em Bournemouth, em agosto de 2014, estudando inglês na MLS com meu namorado. Gostaria de saber qual a faixa etária do pessoal de escola? Pergunto isso pq tenho 23 anos, e meu namorado, 27. Gostaria de saber se o pessoal é muito mais velho.

    Valeu

  20. Aline disse:

    Oi Fellipe! Estou indo em março do ano que vem fazer o curso de mkt na MLS. O que vc achou do curso? Vale a pena? E escola é realmente boa e qual a media de idade das pessoas que fazem esse curso? Além disso qual residencia vc me indica? Queria algo com pessoas mais velhas, pois tenho 27 anos e não queria ficar em um local com muitos adolescentes.
    Obrigada.

    • Fellipe Faria disse:

      Aline, gostei muito do curso! Valeu a pena, principalmente porque com a hospedagem inclusa no fica to caro. Tem gente de todas as idades, de 18 a 60 anos. Fiquei na Babbacombe Court (indico) e tem tambm a Westover Garden Residence, em que uma amiga ficou, era do lado da MLS e tinha refeies includas. Uma amiga minha tem 30 e est embarcando daqui a duas semanas rumo a Bournemouth, ento pode ficar tranquila que tem espao pra todo mundo se divertir por l! 😉 Abrao!

      Em 10 de setembro de 2013 22:04, O Mochilo

      • cynthiatsc disse:

        Que bom que você falou do Westover Garden ….. vou ficar lá em janeiro e estava indo meio as escuras …. sem indicações ….. sua amiga gostou?!?!

      • Aline disse:

        Obrigada! Estou mais tranquila agora. Já fechei o curso, estou indo em março e tb fechei o Westover Garden Residence que é do lado da escola.
        O que vc indica para fazer pela cidade? Fiquei sabendo que não tem tanta coisa por lá né!
        Sabe indicar algum lugar por perto para viajar nos fds sem ser londres, edimburgo e dublin?
        Acabei de voltar de lá e estava querendo aproveitar para conhecer outros lugares.

      • Fellipe Faria disse:

        Bournemouth é uma cidade turística no verão por causa das praias. Mas fora da época de calor, as baladas são bem legais. E tem um balão na cidade, só que ele é fixo por uma corda, então ele só sobe (não “passeia”). Mas B’mouth é pertinho de Salisbury (do Stonehenge), a 3 horas de bus de Londres, dá pra ir pro País de Gales de trem… não vai faltar opção de passeio. Edimburgo e Dublin, melhor de avião. 🙂

      • cynthiatsc disse:

        então a gente vai se ver lá Aline …. fico por lá até meio de junho …..

      • Aline disse:

        Cynthia, vou ficar 1 mes só.. final de abril to voltando..

  21. Emilia disse:

    Oi Felipe! Estava morrendo de vontade de ir pra Bournemouth e acabei topando no seu blog, amei e me deu mais vontade de ir ainda! Obrigada pelas dicas, com certeza irei ano que vem no verão. Beijos (:

  22. Aline disse:

    Oi Fellipe! Estou indo em março do ano que vem fazer o curso de mkt na MLS. O que vc achou do curso? Vale a pena? E escola é realmente boa e qual a media de idade das pessoas que fazem esse curso? Além disso qual residencia vc me indica? Queria algo com pessoas mais velhas, pois tenho 27 anos e não queria ficar em um local com muitos adolescentes.
    Obrigada.

  23. Paula disse:

    Fellipe, vc deu ótimas dicas e informações. Mas uma em especial, estou querendo ir dia 15 de Julho, ainda não comprei a passagem pq vou ter que ficar 2 semanas em residência estudantil e duas semanas em homestay. Vc acha que vale a pena ir nestas condições? Os gastos aumentam, mas quanto necessariamente custaria pra sobreviver 4 semanas em B’mouth?

    • Fellipe Faria disse:

      Paula, não entendi muito bem… você vai estudar em Bournemouth mês que vem e ainda não comprou a passagem pra Inglaterra??? Corre então, senão fica cada vez mais cara! A Inglaterra é um país bem caro, então a média que eu gastava por dia (e eu estava bem controlado) era de uns 15 a 25 pounds (uns R$ 50 a R$ 80) por dia. Isso aí dá de R$ 2 a 4 mil, dependendo do seu controle e sem contar os gastos com acomodação, logicamente. Boa sorte! Abraço

  24. aparecida arboleya disse:

    Olá Felipe que bom suas sujestões,estou progamando ir para suissa e grecia tenho quinze dias devo comprar passagens para fazer conexão, aonde, ou melhor só grecia,como aproveitar melhor, só sei falar portugues será melhor ir de pacote?ou ir por conta e comprar pacote no hotel nesse percurso onde não devo deixar de ir. abraços

    • Fellipe Faria disse:

      Aparecida, a Suíça é bem longe da Grécia, então o ideal é mesmo comprar uma passagem aqui no Brasil. O site Skyscanner traz passagens de Genebra para Atenas por R$ 400 em setembro. Dê uma olhadinha e adeque de acordo com a sua viagem! Agora, se você só fala português, acho que seria válido procurar uma agência sim. Grécia e Suíça são países turísticos, mas dificilmente você vai encontrar guias ou funcionários de hotel que falam português. Como não fui a nenhum desses dois países, realmente não sei o que indicar. Só sei que dizem que a Suíça é absurdamente cara. Agora, uma dica é ler os posts da Rosana Hermann sobre Santorini. Fiquei com muita vontade de conhecer! Boa viagem e boa sorte!!!

  25. Fernanda disse:

    Olá como vai felipe?
    vou para Bournemouth no final de junho e 1 de agosto começo um curso intensivo de inglês na MLS. Gostaria de algumas dicas de lugares para ir na cidade, e cidades vizinhas, transporte para a Stonehenge, eu pesquisei e vi que parece que tem que ir para Londres. por falar em Londres, a ida para lá é tranquila? Daria para passar um fds?
    Obrigada

    • Rafael disse:

      Fernanda, tambem irei neste mesmo período.

    • Fellipe Faria disse:

      Fernanda, Bournemouth não tem muita coisa além da praia e do balão, hehe. Pra ir a Stonehenge não precisa ir a Londres, é só pegar um ônibus para Salisbury. No próprio ônibus, você pede para descer na bilheteria onde é possível comprar o ingresso do ônibus+entrada para Stonehenge. Já a ida para Londres também pode ser feita por ônibus, em duas horas você chega à Victoria Coach Station, pertinho de uma estação do Underground, que te leva pra qualquer lugar. Dá pra passar um fim de semana tranquilamente e a própria MLS organiza tours guiados para a capital. Espero que aproveite! Abraço

  26. Sara Soares disse:

    Olá Felipe! Esterei indo para Bournemouth em janeiro de 2014 e ficarei lá até junho (6 meses) para fazer um curso de ingles na ETC International College, conhece essa escola? o que vc acha?!

    • Fellipe Faria disse:

      Sara, essa escola ficava bem pertinho de onde eu morava, mas tinha gente bem mais jovem que eu, adolescentes, etc. Acho que a experiência vai ser legal independente da escola! Boa sorte com a vida britânica e se prepare pro frio de B’Mouth!!! 😀

    • cynthiatsc disse:

      Oi Sara, tb vou em janeiro e vou ficar até meio de junho. Mas vou estudar na BBSI….. Boa Sorte para nós!

      • Sara Soares disse:

        Olá Cythia! Boa Sorte para nós mesmo, né! vamos pegar muito frio pela frente!!! me passa seu face, para que a gente possa conversar melhor sobre a nossa viagem e trocar ideias!!! Abç., Sara Soares.

    • cynthiatsc disse:

      Sara, me procura como Cynthia Tritapepe! a gente vai conversando …… bjs

  27. mariana disse:

    Olá, Felipe! Primeiramente, parabéns pelo blog!
    Tô indo pra Bournemouth em julho e vou ficar 6 semanas lá, gostaria de ficar um período maior mas as férias na faculdade são curtas. Por isso, queria algumas dicas para aproveitar da melhor maneira possível o tempo que ficarei lá… quais são os lugares próximos que não posso deixar de visitar? (já risquei Stonehenge da minha lista haha)
    E é tranquilo fazer essas pequenas viagens por conta própria e comprar as passagens lá mesmo?
    Ah, só mais uma coisa, você disse que de Londres para Bournemouth é preciso pegar o onibus na Victoria Coach Station, certo?! Elá é perto do aeroporto?
    Obrigada desde já! Abraço

    • Fellipe Faria disse:

      Mariana, o aeroporto de Heathrow é longe da cidade, mas tem um trem que te leva direto para a Victoria Station do Tube, que por sua vez é pertinho da Victoria Coach Station (inclusive, lá eles não chamam ônibus de bus, é coach – mas isso eu acho que ficou óbvio, hehe)!
      As viagens saindo de Bournemouth são bem tranquilas e você pode fazer pelas excursões nas escolas ou reservar por conta própria – é muito fácil andar de ônibus, trem e avião dentro do Reino Unido, pode ir sem grilo! Abração

  28. Malu Barbosa disse:

    Gostei de suas experiências e sabe passá-las com muita propriedade. Estou indo a Bournemouth no dia 18 de maio. Ficarei lá apenas 15 dias e depois um mês em Liverpool. Quero saber se é fácil conhecer Normandia saindo de Dover em apenas um fim de semana de sexta a domingo…
    Abraços

  29. Bruna disse:

    Oi, Fellipe! Estou olhando algumas coisas a respeito de Bournemouth e, particularmente, o clima da cidade me atraiu muito! Estava olhando também a cidade de Newcastle, você já ouviu falar? Fica bem pertinho da Escócia. O que estou ponderando é a concentração de brasileiros e a localização da cidade. Newcastle tem poucos brasileiros, mas, por outro lado, é uma cidade no extremo norte da Inglaterra e fica difícil pra gente sair e conhecer outros lugares ( Londres, por exemplo, que fica a 6 horas de ônibus de Newcastle). Já Bournemouth tem um “clima” muito legal e nem parece a fria e cinzenta Inglaterra..hehe, mas, por outro lado, ouvi dizer que é cheia de brasileiros. Estou pensando em ficar em uma escola chamada Anglo- Continental! Disseram que é uma escola mais selecionada e que para “fugir” de brasileiros o fundamental é encontrar uma escola com pouca gente do Brasil. O que você acha? Obrigada! =)

    • Fellipe Faria disse:

      Bruna, 6 horas de ônibus é pertinho! Se essa for sua preocupação com Newcastle, relaxe e tome um Dramin… hehe.
      Não sei o que você quiser dizer com “mais selecionada”, mas já adianto que se você quer fugir de brasileiros é melhor fugir de Bmouth. É impossível, e inevitável ficar sem amigos brasileiros se você for pra uma cidade que tem vários. Ao mesmo tempo, fazer amigos brasileiros não te impede de fazer amigos de outras nacionalidades – e além de tudo, seu dia a dia vai ser falando inglês. Abraço!

    • Wanderson disse:

      Ola Bruna.
      Estou em Bournemouth e estudo em Westbourne Academy. TODA escola aqui tem brasileiros mas nessa em particular tem muito poucos. Mas tambem mesmo estando na mesma sala so conversei em portugues com ela uma vez rapidinho em um mes de aula. Aqui ainda esta muito fria mas na epoca que voce vai vir o clima vai estar otimo e eles tem lindas praias.

  30. Wanderson disse:

    Olá Felipe, primeiramente parabéns pelo blog que é bem informativo e útil para quem quer conhecer Bournemouth. Estarei indo para Bournemouth no dia 01/03/2013 e embora esteja em cima da hora ainda não olhei como faço exatamente para chegar na cidade, já que vou desembarcar no aerporto de Heathrow em Londres. Em algumas pesquisas na internet descobri que ônibus de uma empresa chamada National Express é a opção de custo mais baixo. Você saberia me informar onde eu pego esse ônibus em Londres para chegar a Bournemouth e se posso pagar a passagem na hora em dinheiro? Desde já agradeço imensamente. Um abraço!

    • Fellipe Faria disse:

      Fala, Wanderson! Sugiro comprar suas passagens pelo site da National Express com antecedência, porque não é incomum que as passagens acabem. Para pegar o ônibus, você precisa ir à Victoria Coach Station, um ponto bem conhecido e central de Londres. É possível pagar a passagem em dinheiro sim, é uma rodoviária com guichês como os brasileiros, mas como disse antes é mais garantido comprar a passagem pelo site. E não esqueça de imprimir o e-mail com o comprovante da passagem – quando eu estive por lá, o sistema deles não reconhecia o nome do comprador automaticamente. Abraço e boa sorte em B’mouth! =)

  31. Bárbara disse:

    Olá Fellipe, adorei o blog e , principalmente, suas respostas. Muito bom saber que vc responde a todos. Estou indo para Bournemouth dia 3 de janeiro e volto no fim de fevereiro. Acompanho o tempo pelo app do cel e vejo que esta chovendo TODOS os dias desse mês. O inverno todo é assim? Como é possível conhecer as ruas e os lugares com chuva e frio ao mesmo tempo? rsrsrs A cidade fica muito “cinza”? Será que vou conseguir ver aqueles lindos jardins ou eles estarão preenchidos de neve?Tenho CTZ que no verão a cidade deve ser perfeita, mas a faculdade não me permitiu ir em outra época. Por isso preciso aproveitar todas as oportunidades que terei, no inverno. Vale mesmo a pena?
    Quanto ao meu inglês, fiz curso no Brasil durante 2 anos. Vejo vídeos na internet e é INCRÍVEL como consigo entender melhor a pronúncia americana que a britânica. Você acha que terei muitas dificuldades lá? Essa diferença é realmente “gritante”?
    Por último, vou estudar na Kaplan. Tem alguma informação sobre essa escola?

    Muito obrigada pela atenção!

    • Fellipe Faria disse:

      Oi, Bárbara!
      Posso adiantar que em janeiro e fevereiro faz muito frio mesmo, é bem possível que você veja neve e que a chuva seja uma companheira frequente. Mas não é SEMPRE assim! Tem dias em que o sol sai (sem esquentar muito, claro), tem dias em que a chuva é só uma garoinha, mas você vai conseguir ver jardins, subir naquele balão e tudo mais! Apesar de não ser o ideal, até porque a cidade fica mais vazia, Bournemouth é divertida no inverno sim. Vai valer a pena!
      Com relação à pronúncia do britânico, duas semanas envolvidas com a galera já dá pra soltar naturalmente um “cheers”, um “that’s lovely” e outras coisas que a inglesada fala. Não se preocupa, você vai curtir pra caramba! Não deixe de conhecer todos os clubs e pubs, tente viajar o máximo possível (Cardiff, Paris, Dublin, Edinburgh…). Aproveita, tenho certeza que vai ser inesquecível!
      Infelizmente não conheço a Kaplan nem tenho qualquer informação sobre a escola.
      Abraço e sucesso!

  32. Carol disse:

    Olá ! Estou pensando em fazer um curso em outubro/2013 na MLS em adm, gerenciamento financeiro. Meu receio é que tenham muitoos brasileiros. Você indicaria a MLS? Você indicaria outra cidade com menos brasileiros?

    • Fellipe Faria disse:

      Carol, indico fortemente a MLS, porque a estrutura do colégio é bem bacana e os professores são excelentes. Mas não posso deixar de avisar que tem BASTANTE brasileiro! Como eu já estava viajando há quatro meses quando cheguei lá não me importei tanto porque eu já estava bem confortável com meu inglês, mas se sua intenção é incorporar a língua eu sugeriria outra cidade – ou mesmo outro país!

  33. lucca disse:

    felipe tudo bom?bom entao tenho 17 anos e estou indo no inicio marco e fico ate o final de julho…vou fazer 18 em abril…antes de completar 18 irei ficar em casa de familia e depois nao tenho nada programado…o que vc recomenda?ficar em um hostel ou meia um aluguel com o pessoal da cidade?outra coisa, tem muita gente com essa faixa de idade 18-22 ou o pessoal é mais velho?

    • Fellipe Faria disse:

      Lucca, tem bastante gente da sua idade. Você vai se divertir, pode ter certeza!
      Em Bournemouth não tem hostel… mas tem boas opções de hospedagem, especialmente se for para ficar em um mês ou mais. Depende de quanto você quer gastar e do conforto que você procura. Tem muita gente que aluga quartos em residência estudantil e casas de família, mas fora essas opções fica meio fora de mão!
      Abraço e sucesso!

  34. Rafael disse:

    Fellipe, parabéns pela sua viagem e pelo blog.
    Estou procurando algumas referencias sobre Bournemouth, estou querendo fazer um curso de ingles por um mês e recebi ótimas indicações desta city. Tenho algumas duvidas que acho que vocÊ consegue me ajudar.
    Meu ingles já é de um nivel avançado e quero dar apenas aquele tapa final para conseguir falar sem ter medo, acha que Bournmouth é uma boa cidade para isso, ou teria que ser em alguma cidade maior?
    E o outro ponto é em relação a época do ano, tenho minhas férias marcadas para Janeiro / Fevereiro, bem no inverno. Vale a pena ir para esta cidade nesta época? Ou na sua opinião seria melhor procurar um outro centro mais movimentado?

    Abraços e obrigado !!

    • Fellipe Faria disse:

      Rafael, vou dar uma resposta parecida com a de todos que me perguntam sobre Bournemouth para aprender inglês:
      Se eu pudesse voltar no tempo, teria tentado ir no verão porque a cidade fica meio morta no inverno. Mas ainda assim tem muita coisa pra fazer, o friozinho é bem diferente e com muita roupa dá pra aguentar tranquilo! Não sei quantos anos você tem, mas na escola onde eu estudava (a MLS College) tinha gente de várias idades, todo mundo bem receptivo. Com relação ao inglês, acho que vai ser a melhor oportunidade pra você falar sem medo, como disse ser seu objetivo. Nas aulas você vai conversar em inglês, nas cafeterias, nas baladas, nos pubs… e aproveite seu mês por lá pra tentar conhecer Londres e Cardiff, que são bem pertinho de BMouth. Tente ficar em hostels e viajar muito, porque se você tiver feito amizade com brasileiros em Bournemouth você vai ter novas oportunidades de interagir em inglês e viver experiências ainda mais interessantes!
      Não há necessidade de ir para um centro mais movimentado. Londres é bem pertinho e dá para ir todo fim de semana!
      Abraço e espero ter ajudado!

  35. Oi Felipe! Adorei o seu Blog. Estou aqui no meu escritório “bisbilhotando” algumas coisas sobre Bournemouth e tentando criar coragem para realizar um desejo antigo que é passar uma temporada fora. Já não sou mais nenhuma adolescente, tenho minha vida sedimentada na minha cidade e por isso não posso simplesmente largar tudo e mudar de ares. Até porque AMO a minha terrinha e sentiria muiiitaaaa falta do meu pessoal. Mas acho que 1 mês dá para encarar! rs. Ontem criei coragem e procurei uma agência que me deu excelentes referências sobre Bournemouth. O que está me deixando um pouquinho receosa é o frio. Vi que você esteve lá no inverno não foi ?! E parece que sobreviveu bem rs. Tenho até a próxima semana para decidir. E aí.. encaro? Vi muita gente jovem. E gente mais ou menos jovem? Tem também? rs. E quanto ao inglês em 1 mê, tenho base. Acontece que travo na hora de falar. Aquela vergonha básica, será que dá pra ter um up? Abraço!

    • Fellipe Faria disse:

      Oi, Fernanda! Tudo bem?
      Olha só, eu adorei o mês que passei em Bournemouth, mas vou tentar ser otimista e realista ao mesmo tempo. Se eu pudesse voltar no tempo, teria tentado ir no verão porque a cidade fica meio morta no inverno. Mas ainda assim tem muita coisa pra fazer, o friozinho é bem diferente e com muita roupa dá pra aguentar tranquilo! Não sei quantos anos você tem, mas na escola onde eu estudava (a MLS College) tinha gente de várias idades, todo mundo bem receptivo. Com relação ao inglês, acho que vai ser a melhor oportunidade pra você deixar essa vergonhazinha de lado. Nas aulas você vai conversar em inglês, nas cafeterias, nas baladas, nos pubs… e aproveite seu mês por lá pra tentar conhecer Londres e Cardiff, que são bem pertinho de BMouth. Tente ficar em hostels quando viajar, porque se você tiver feito amizade com brasileiros em Bournemouth você vai ter novas oportunidades de interagir em inglês e viver experiências ainda mais interessantes!
      Espero ter ajudado. Fique à vontade pra perguntar mais!
      Abraço!

  36. Camila disse:

    Nossa que blog legal, achei porque estava procurando algo sobre o pais de Gales, estou em Bournemouth estudando inglês e depois daqui vou conhecer Londres, Paris e Amesterdam.. Primeiro comecei ler no seu blog sobre Paris, adorei as dicas e continuei lendo… Li sobre o Pais de Gales ( pretendo ir lá neste domingo dia 15/07/2012 com uma classmate)… E vi que depois tem muita coisa sobre Londres, Vaticano (fui pra italia em 2010, e acredita que perdi as fotos do Vaticano, nao sei o que aconteceu… Vi as suas e me deu saudade!). Enfim, ficarei em Bournemouth ou melhor Boumoth … Kkkkkk ou algo assim… Por mais 7 semanas. Apenas por curiosidade tambem estudei marketing, porém no Brasil… Se puder me dar algumas dicas sobre locais legal e bonitos para conhecer perto de Bournemouth por favor me diga… Estou perdida, meu inglês é muito fraquinho e na casa que moro tem uma inglesa, um turco e uma francesa… Na escola só dá espanhol / casteliano… Por um lado tive sorte pois assim posso treinar meu ingles, porem é muito difícil, ser e estar sozinha em um mundo completamente diferente que o seu, se é que me entende! Por exemplo a comida… Nao agüento mais comer batata todos os dias… Quero rice and beans please!!! Kkkkk

    • Fellipe Faria disse:

      Camila, de Bournemouth o que eu posso te indicar é Cardiff e Salisbury mesmo… o Stonehenge é bem aquilo: “been there, done that”. Como você ainda vai ficar mais sete semanas, sugiro que pesquise passagens baratinhas de ônibus, trem ou avião para Edinburgh (queria MUITO ter ido, mas não deu tempo) e Dublin. A comida inglesa é osso duro de roer mesmo – mas em Cardiff é bem melhor. Sugiro também os restaurantes de comida chinesa da Inglaterra, de preferência aqueles simplezinhos mas arrumadinhos – em geral, esses são BEM gostosos e baratos. Quanto ao inglês, a dica é NÃO DESISTIR! Se você arrumar um parceiro de conversa, você logo pega o jeito e aprende em um mês o que demoraria alguns anos em um curso no Brasil. Boa sorte e depois me conte o que você arrumou por essas bandas! Abração

  37. Rodolfo matoba disse:

    Meu filho de 14 anos vai passar o mes de julho para aperfeiçoar o ingles.
    Vc tem alguma dica sobre cursos de guitarra, lugares para se curtir Rock na idade dele e bom local para compra de produtos eletronicos?

    • Fellipe Faria disse:

      Rodolfo, ele vai para Bournemouth também? Em todo o Reino Unido indico o site http://www.gumtree.com/, um portal de classificado muito utilizado por lá para todo tipo de serviço (como as aulas de guitarra, por exemplo). Como ele tem só 14 anos, acho difícil conseguir entrar em uma casa de shows. O que ele não pode deixar de fazer é conhecer a faixa de pedestres e o estúdio da Abbey Road (e também os arredores), assim como vale a pena uma excursãozinha para Liverpool!
      Quanto aos produtos eletrônicos, sempre vai compensar mais que no Brasil. Tem muita loja, muito produto e o que vale a pena é garimpar bem! Abraço!

  38. Andréa Siqueira disse:

    Sempre incrível! Legal demais sua viagem e pra variar, adoro o que você escreve! Sucesso!!! bjos

  39. Iasmin e josefa disse:

    PREFIRO VOCÊ PERTO DA GENTEEEEEEEEEEE!!!!!!!!

  40. Ilmara disse:

    Felipe, que viagem maravilhosa, graças a Deus, deu tudo certo. Parabéns, vc brilhou no seu diário, um luxo, beijos e até breve!
    Seja bem-vindo!

  41. Paper disse:

    Fiquei curioso pra saber o motivo da visita ao Stonehenge ser permitida apenas no solstício do verão e do inverno ou para o equinócio da primavera e do outono…

    falta pouco!! aproveite o restinho…=)

  42. Terezinha disse:

    Oi Felipe!
    Eu estou querendo ir para Bournemouth fazer um curso de ingles e gostaria de mais algumas dicas se possível! Vc tem algum email para contato? Adorei seu blog!

  43. Fernanda disse:

    Ah Fellipe! Triste ler que sua viagem esta chegando ao fim. Ainda nao quero pensar no fim da minha :(. Bom retorno! Fernanda

  44. Oi Fellipe! Descobri teu blog semana passada e li quase todos os posts. São maravilhosos (tanto os posts como os lugares hehe). Trabalho numa agência de viagens e estou gostando da área do turismo, o que faz com que eu babe mais nessas fotos aí! As informações colocadas nos textos com certeza acrescentam conhecimento a minha caixola (além de fazerem com que eu me divirta 😀 ) Aproveita o restinho dessa volta ao mundo e boa sorte! Toda essa experiência e todo o conhecimento que tu conseguiu aí ninguém tira! Abraços e continue postando!!

  45. Daniel Santiago disse:

    Muito bom! Gostei da Igreja q virou club!

    We’re waiting for ya!

    Profiter de Paris!

Comentários, sugestões, dúvidas? Respondo a todos!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s